COLESTEROL: 12 artigos que você deveria conhecer

Desde meados dos anos 70 quando um estudo (manipulado e mal elaborado) associou o alto colesterol e doença cardiovascular. A história é um pouco longa, mas sua leitura é MUITO importante. Leia mais aqui.

Nosso cérebro tem apenas 2% do peso corporal, mas representa 23% do colesterol total do corpo. Claramente, o cérebro tem uma alta necessidade de colesterol, e sua insuficiência pode ser danoso para nossa saúde.

Ao longo dos anos vários estudos foram feitos para tentar corroborar a tese (de Ancel Keys) de que o alto colesterol é algo ruim, mas sem sucesso. Porém, a crença já está muito bem difundida, mesmo que muitos estudos mostrem o contrário. Que o colesterol isoladamente não é indicativo de nada.

Sempre nos preocupamos com o alto colesterol e nos foi, e ainda é, recomendando ficar de olho para que o colesterol não suba! E se subir? Remédio! Claro! Há um enorme interesse da industria farmacêutica.

Mas o que diz a ciência? Como falei acima, muitos estudos foram realizados nas últimas décadas para “provar” que precisamos ficar alertas com nosso colesterol, mas boa parte mostrou o contrário!

Separei 12 estudos que você precisa conhecer:

  1. Maior colesterol está associado a uma vida mais longa.
    Fonte: https://goo.gl/5M8Yqj
  2. “A associação inversa entre colesterol total elevado e redução da mortalidade por todas as causas em idosos é devida principalmente à mortalidade não cardiovascular, especialmente entre aqueles que não são tratados com medicamentos para baixar o colesterol.”
    Fonte: https://goo.gl/piwKva
  3. “O LDL-C elevado está inversamente associado à mortalidade na maioria das pessoas com mais de 60 anos. Esse achado é inconsistente com a hipótese do colesterol (isto é, que o colesterol, particularmente o LDL-C, é inerentemente aterogênico). Como os idosos com alto LDL-C vivem mais ou com mais tempo do que aqueles com LDL-C baixo, nossa análise fornece motivos para questionar a validade da hipótese do colesterol. Além disso, nosso estudo fornece a justificativa para uma reavaliação das diretrizes que recomendam a redução farmacológica do LDL-C nos idosos como um componente das estratégias de prevenção de doenças cardiovasculares.”
    Fonte: https://goo.gl/qTcRMS
  4. “Melhor funcionamento da memória associado a níveis mais elevados de colesterol total e de baixa densidade em indivíduos muito idosos.”
    Fonte: https://goo.gl/Ah1bz9
  5. O colesterol total baixo pode ser um marcador precoce do declínio cognitivo.
    Fonte: https://goo.gl/aN2NLD
  6. Em um estudo com homens finlandeses, o colesterol dietético e o consumo de ovos foram associados com menor risco de demência e / ou doença de Alzheimer.
    Fonte: https://goo.gl/EtsLxx
  7. Em idosos – 85 anos ou mais – aqueles cujos níveis séricos de colesterol aumentaram tiveram o menor risco de demência.
    Fonte: https://goo.gl/Pr4mvk
  8. Mesmo entre mulheres saudáveis de meia-idade, maior colesterol total e LDL foi associado com melhor função de memória. Os autores deste estudo advertem: “Possíveis efeitos cognitivos de redução do colesterol deve ser considerado em estudos futuros de agentes hipolipemiantes.” O que isto significa é que as estatinas podem prejudicar a função cognitiva.
    Fonte: https://goo.gl/WNxfCn
  9. Níveis elevados de colesterol diminuem o risco de câncer colorretal.
    Fonte: https://goo.gl/wfsngH
  10. Níveis elevados de colesterol total no final da vida associada a um risco reduzido de demência.
    Fonte: https://goo.gl/yk6u3d
  11. Inflamação, não o colesterol, é uma causa de doença crônica.
    Fonte: https://goo.gl/WwAKZL
  12. Relatórios recentes sugeriram uma ligação entre o colesterol total sérico baixo e o risco de morte por suicídio.
    Fonte: https://goo.gl/XpWH5U

Antes de fazer qualquer modificação na sua dieta, procure a opinião de um médico que se baseie em evidência!

Compartilha nas redes sociais:

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *